home_congress_post4

Primeira quinzena com preços firmes do boi gordo


São Paulo encerrou com alta de R$10,50/@ na primeira quinzena de fevereiro, considerando o preço à vista.

Com a valorização, parte das indústrias conseguiu andar com as escalas de abate, porém, de forma limitada. Atualmente, as programações de abate atendem, em média, quatro dias.

Para os próximos dias, o mercado deve trabalhar mais cauteloso, aguardando a reação do consumo de carne no mercado interno para definir os próximos passos que serão dados pela indústria.

Na média de todas as praças pesquisadas pela Scot Consultoria, o preço do boi gordo subiu 4,9% nessa primeira quinzena, o que significa R$8,35 a mais por arroba. 

Análise originalmente publicada no informativo Tem Boi na Linha de 14/2/2020.