home_congress_post4

Preço da arroba do boi gordo sobe 2% no acumulado de agosto


Oferta limitada de animais e cautela de frigoríficos na hora de negociar o produto são fatores que elevaram a cotação do produto.

Os preços do boi gordo têm oscilado no mercado brasileiro, de acordo com dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Agropecuária (Cepea). A oferta de boi gordo está limitada e os frigoríficos estão cautelosos para novas aquisições, ficando mais ativos para a compra de determinados lotes, muitas vezes específicos ao mercado externo.

Já para atender a demanda doméstica, que segue enfraquecida, indústrias se mostram recuadas. Esse cenário resulta em entrada e saída de operadores do mercado e efetivação de negócios em valores diferenciados.

Entre os dias 15 e 22 de agosto, o indicador Esalq/BM&FBovespa do boi gordo subiu 1,47%, fechando em R$ 144,75 nesta quarta-feira, dia 22. No acumulado de agosto (até o dia 22), o aumento é de 2,15%.