home_congress_post4

Iris-8 FIV da Valonia, é a Grande Campeã da Expogrande


Terminou no início da tarde de hoje o julgamento da raça nelore na Expogrande 2018. No total foram inscritos 169 animais, entre machos e fêmeas, de 20 expositores dos estados de Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Minas Gerais e São Paulo. A avaliação dos animais foi feita pelo jurados Rodrigo Ruschel Lopes Cançado, de Goiânia, João Marcos Cruvinel Machado Borges e Rafael Mazao Ghizzoni, ambos de Uberada (MG). O julgamento de nelore na Expogrande este ano conta para a formação do ranking nacional da raça.
 
No final da bateria, sagrou-se como grande campeã da raça a vaca Iris-8 FIV da Valonia, do expositor Aguinaldo Gomes Ramos, Fazenda Santo Antônio, da cidade de Iaciara (GO). A grande campeã, de 708 quilos, é filha de Landau da Di Genio e Iris Katispera. O prêmio de reservada grande campeã ficou com Allegra FIV da RS I, com 898 kg, do expositor Roberto Bavaresco, Fazenda Planalto, e Sidrolândia (MS).
 
Na categoria fêmeas, ainda, o prêmio de campeã fêmea adulta ficou com a vaca Quick FIV do Mura, do expositor Jatobá Agricultura e Pecuária S/A, Fazenda Água Boa , de Itaquiraí (MS). Sua reservada campeã é a vaca Naya TE Mafra, do expositor Carlos Alberto Mafra Terra, da Fazenda São Joaquim III, cidade de Cumaru do Norte (PA).
 
No total foram inscritas 65 fêmeas. Na avaliação final o jurado Rodrigo Ruschel classificou o campeonato de Campo Grande como um evento de nível nacional, chegando com final da categoria fêmeas com cinco animais altamente competitivos, que poderiam pisar em qualquer pista do Brasil, principalmente dos pontos de vista da qualidade e da funcionalidade. Na grande campeã, Iris-8 FIV da Valonia, o qu chamou a atenção do jurado foram aspectos mais marcantes como delicadeza e expressividade do ponto de vista racial. "Animal de musculatura firme, sem acúmulo de gordura", avalia.
 
Na classificação final de expositores a premiação ficou da seguinte forma: Em primeiro lugar ficou a CRL Agropecuária Ltda, Fazenda Catas Altas, de Belo Horizonte (MG), com 674 pontos; em segundo ficou Roberto Bavaresco, da Fazenda Planalto, Sidrolândia (MS), com 622 pontos e; em terceiro lugar ficou a Jatobá Agricultura e Pecuária S/A, Fazenda Água Boa, de Itaquiraí (MS), com 595 pontos.
 
Na classificação final de criadores o primeiro prêmio ficou com a Jatobá Agricultura e Pecuária S/A, Fazenda Água Boa, de Itaquiraí (MS), com 844 pontos; em segundo ficou Roberto Bavaresco, da Fazenda Planalto, Sidrolândia (MS), com 462 pontos e, em terceiro lugar ficou Mauro Christianini, da Fazenda Jatobá, Sidrolândia (MS), com 297 pontos.