home_congress_post4

Pavilhão da Expogenética recebe nome de Arthêmio Olegário


O presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Jonatan Pereira Barbosa, homenageou, na noite de ontem (6/4), o pecuarista Arthêmio Olegário de Souza, dando o nome dele a um dos pavilhões do Parque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande (MS), durante a 80ª Expogrande.
 
Segundo Jonatan Barbosa, a homenagem é mais do que merecida porque se trata de um dos pecuaristas que mais ajudou e continua ajudando no fortalecimento da raça Nelore em Mato Grosso do Sul e no Brasil. “Dar o nome dele para esse pavilhão é apenas um pequeno reconhecimento por tudo que esse criador de Nelore fez pela raça no nosso Estado”, afirmou.
 
O pecuarista Arthêmio Olegário, proprietário da Fazenda Água Tirada, em Maracaju (MS), tem uma longa história na criação de Nelore e também pela forma como administra sua propriedade rural. A Fazenda Água Tirada tem bom desempenho em vários indicadores socioambientais e já recebeu prêmios por isso.
 
“Eu trabalho com integração lavoura-pecuária há 17 anos”, disse Arthêmio Olegário, mas crio gado há mais de 70 anos. “Nasci no meio rural, em Maracaju, e, nesses anos todos, tenho muito experiência com a seleção da raça Nelore. São 50 anos de tradição”, declarou Arthêmio Olegário, emocionado com a homenagem prestada pela Acrissul.
 
Essa não é a única homenagem já recebida por esse pecuarista tão respeitado pelos criadores de Nelore no País. Ele também recebeu a comenda da ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores de Zebu) como selecionador Arthêmio Olegário pelas contribuições realizadas em favor da evolução do zebu no Brasil.
 
Ainda jovem, o pecuarista Arthêmio Olegário de Souza trocou o Gir pelo Nelore e formou um dos plantéis mais sólidos do País em termos de genética. Seus touros mais consagrados têm aproximadamente 60 mil doses de sêmen vendidas, casos do Urapuru da AT e Uapiti da AT, e a linhagem deles termina na Índia, remetendo aos animais que formaram seu plantel, descendentes dos primeiros representantes do Nelore no Brasil.