home_congress_post4

Boi: Exportação absorve oferta doméstica e sustenta indicador


A oferta reduzida de animais para abate continua sustentando o Indicador ESALQ/BM&FBovespa do boi gordo na casa dos R$ 142,00. No acumulado de setembro, o Indicador permaneceu praticamente estável (-0,14%), a R$ 142,76 no dia 29. Entre 27 de setembro e 4 de outubro, a alta foi de apenas 0,86%, com média de R$ 142,35 nessa quarta, 4 (preço à vista e livre de Funrural). Segundo colaboradores do Cepea, o bom ritmo das exportações de carne bovina in natura, observado desde junho, é que vem enxugando a oferta doméstica, já que o consumo interno está enfraquecido. De acordo com a Secex, os embarques de carne bovina in natura totalizaram 111,9 milhões de toneladas em setembro, expressiva alta de 20,3% frente ao mesmo mês do ano passado. A receita, por sua vez, somou US$ 471,4 milhões, aumento de 21,2% na mesma comparação.